Como a Tecnologia mudou o turismo

0
21

De acordo com as mudanças e tendências tecnológicas, muitas ferramentas sendo desenvolvidas para facilitar o turismo e melhorar o engajamento, está transformando o jeito de viajar e a maneira de prestar serviços do setor.

O ministro do Turismo, Vinicius Lages, disse sobre os impactos das inovações tecnológicas no mercado e nas políticas públicas do governo federal para o turismo.

De acordo com o ministro, o fortalecimento e a demanda por experiências personalizadas, a propagação de temas de viagem em redes sociais cria uma forte agenda de promoção do turismo em tempo real.

“O compartilhamento alimenta o sonho de outros turistas. Viajar é um desejo coletivo e o engajamento aumenta ainda mais esse desejo. Destinos, governos e trade devem trabalhar para entender melhor qual é o sonho de quem viaja e de quem pretende viajar”,

afirmou o ministro.

Mudanças numa era digital

A importância e dependência tecnológica no turismo e em viagens começa desde o seu planejamento: com a facilidade de acesso à informação – mapas, guias, aplicativos e sites colaborativos; com a simplificação de processo como o “check-in” por meio de dispositivos móveis, por exemplo; e com a possibilidade de antecipar experiências, por meio do grande volume de imagens, relatos, plataformas de avaliação de serviços e vídeos disponíveis em rede. “O governo está atento a isso. O investimento em canais de interatividade pode cria uma gestão pública mais próxima do cidadão e do turista”, avaliação do Ministério do Turismo.

Agora dos 2020 milhões de brasileiros, 62 fazem pelos uma viagem por ano e 80 milhões ainda podem ingressar nesse universo, de acordo com o ministro. “A cultura da posse na sociedade da informação não faz mais sentido. A experiência tem cada vez mais valor”, avalia.

Entendendo o efeito da tecnologia

O efeito da tecnologia, ao invés de diminuir o desejo pelo deslocamento, estabelece novas formas e necessidades de interação com o mundo. “O turismo é a nova indústria da felicidade. Ela tem a capacidade de transformar o ser humano, e isso jamais vai ser colocado em xeque nem pela tecnologia, nem por qualquer outro tipo de desafio”, analisa o ministro.

O crescente impacto da tecnologia no processo da tomada de decisões do turista mobiliza o empresariado para que se mantenha atento a sua presença digital e à reputação de seus serviços e produtos. “Os ganhos para empresas e destinos realimentam esse ciclo: viajar, voltar satisfeito, compartilhar estórias, influenciar amigos e criar uma cultura de viagem”, definiu o ministro.

E a partir das mudanças que tivemos por conta da pandemia, as restrições sociais acontecendo em diversos pontos do turismo, o que nos leva a concluir que a tecnologia irá se posicionar ainda mais dentro das formas de nós se comunicar e viver. Facilitando todas as formas de interação social, para garantir a segurança e o fluxo de verba para que as empresas mantenha o seu negócio em atividade.

Gostou deste conteúdo? Deixe o seu comentário.

Até a próxima!

Deixe o seu melhor comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.