Oracle e Tiktok acordam uma ‘parceria’ para manter a rede nos USA

0
175

O TikTok recusou a proposta de compra da Microsoft. Informaram que a ByteDance, dona do aplicativo, desistiu de vender suas operações nos EUA e, em vez disso, negocia uma parceria com a Oracle. 

TikTok e Oracle fecharam uma “parceria tecnológica” para que o popular aplicativo de vídeos, com cerca 800 milhões de usuários ativos ao redor do mundo, continue de pé nos Estados Unidos.

VEJA TAMBÉM:

TRUMP PROÍBE FILIAIS DE NEGOCIAREM COM HUAWEI

A Oracle confirmou que faz parte de uma proposta submetida pela chinesa ByteDance, desenvolvedora do aplicativo, ao Tesouro dos Estados Unidos. O órgão precisa aprovar o acordo.

A companhia americana será uma “provedora confiável de tecnologia” e deve assumir o gerenciamento dos dados de usuários do aplicativo nos EUA.

Esta foi a solução encontrada pela companhia chinesa para conciliar interesses geopolíticos. Na última semana, a imprensa internacional revelou que Pequim se opôs à venda forçada do app nos Estados Unidos, e alterou suas regras de exportação para impedir que o algoritmo do TikTok fosse transferido a um comprador estrangeiro. 

Oracle anuncia “parceria tecnológica” com TikTok
PARCEIROS TECNOLÓGICOS ! ORACLE E TIKTOK !

O TikTok é conhecido por vídeos curtos populares entre adolescentes. Foi a primeira rede social chinesa a ganhar popularidade em mercados como Estados Unidos, Europa e Brasil.

O aplicativo anunciou que alcançou 100 milhões de usuários ativos mensalmente somente na Europa. A marca foi conquistada menos de um mês após chegarem no mesmo número de usuários ativos nos EUA.

A popularidade do TikTok chamou a atenção de autoridades norte-americanas, que expressaram preocupação de que as informações sobre os usuários da plataforma pudessem ser repassadas à China.

Em agosto, Trump emitiu uma ordem executiva que proibia ‘qualquer transação por qualquer pessoa, ou com relação a qualquer propriedade, sujeita à jurisdição dos Estados Unidos’ com a ByteDance, desenvolvedora do app.

O presidente dos EUA ameaçou proibir o aplicativo caso ele não fosse vendido para uma empresa americana até meados de setembro.

A proposta da Oracle

O novo acordo sugere que a Oracle seja parceira de tecnologia da ByteDance e administre os dados dos usuários do app nos EUA – foco da preocupação de Donald Trump. A multinacional da Califórnia pretende, ainda, adquirir uma parcela das operações da rede social, segundo informou a agência de notícias. 

Gostou deste conteúdo ? Deixeu seu comentário !

Fontes: Olhar Digital

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.