Odoo (ERP e CRM de código aberto) no CentOS 8

0
50

Como de costume pesquisando algumas ferramentas para compartilhar com vocês, me deparei com uma muito em especial para falarmos sobre ERP e CRM no Linux, o Odoo e o seu código aberto para CentOS 8.

Desmitificando a ferramenta Odoo

O Odoo é um software de gerenciamento de negócios all-in-one de código aberto que vem com um conjunto de vários aplicativos para negócios em vários usos, como por exemplo eCommerce, gerenciamento de projetos, helpdesk, contabilidade, estoque e um construtor de site, esse são alguns que separei para mencionar.

Vamos aprender agora como instalar o Odoo no CentOS 8 e RHEL 8. Acompanhe o step by step e não deixe de compartilhar.

Step 1: Atualizando o sistema e instalar o repositório EPEL

Vamos instalar o repositório EPEL que nos fornecerá o conjunto de pacotes extras para o Linux corporativo. Mas certifique-se de atualiza o sistema.

sudo dfn update

Assim que a atualização do sistema for finalizada, instale o repositório EPEL com o seguinte comando:

sudo dfn install epel-release

Instale o Epel Repository no CentOS
Instale o Epel Repositório no CentOS

Step 2: Instalar o Python3 e outras dependências

Em seguida, vamos instalar o Python3 e outras dependências exigidas pelo Odoo, siga o comando abaixo:

$ sudo dnf install python36 python36-devel git gcc wget nodejs libxslt-devel bzip2-devel openldap-devel libjpeg-devel freetype-devel

Step 3: Instalando e configurando o PostgreSQL no CentOS 8

O PostgreSQL é um sistema de gerenciamento para banco de dados relacional gratuito e de código aberto, usado em uma vasta gama de aplicativos para armazenas dados. Precisaremos instalar o PostgreSQL para o Odoo, siga o comando abaixo:

$ sudo dnf install servidor postgresql postgresql-contrib

Em seguida, vamos inicializar um novo cluste de banco de dados PostgreSQL.

$ sudo postgresql-setup initdb

Depois que o cluste de banco de dados estiver sido inicializado, reinicie e habilite o PostgreSQL com os seguintes comando:

$ sudo systemctl reiniciar postgresql
$ sudo systemctl enable postgresql

Para nós confirmarmos se o banco de dados está instalado e funcionando, execute:

$ sudo systemctl status postgresql

Step 4: Instalando a ferramenta Wkhtmmlopdf no CentOS 8

Para o Odoo imprimir relatório em PDF, é necessário um pacote chamado Wkhhtmlopdf. Geralmente é usado para renderizar HTML em PDF e outros formatos de imagem. O pacote rpm está disponível no Github e você poderá instalar com o seguinte comando:

$ sudo dnf install https://github.com/wkhtmltopdf/wkhtmltopdf/releases/download/0.12.5/wkhtmltox-0.12.5-1.centos8.x86_64.rpm

Step 5: Instale e configure o Odoo no CentOS 8

Vamos adicionar um novo usuário do sistema que utilizaremos para executa o serviço Odoo. Neste cenário, criaremos um usuário chamado Odoo, no entanto, fique a vontade para você escolher um nome arbitrário. O diretório inicial está localizado no /opt/odoo diretorio.

$ sudo useradd -m -U -r -s / bin / bash odoo -d / opt / odoo 

Para iniciar a instalação do Odoo, primeiramente mude para o usuário Odoo que criamos anteriormente acima.

$ sudo su - odoo

Em seguida, vamos clonar o repositório git.

$ git clone https://www.github.com/odoo/odoo --depth 1 --branch 13.0 / opt / odoo / odoo13

Agora vamos clonar o ambiente virtual siga o comando abaixo:

$ cd / opt / odoo
$ python3 -m venv odoo13-venv

E assim que o ambiente virtual for criado, ative-o usando o seguindo comando:

$ source odoo13-venv / bin / activate

Como observado, o prompt muda conforme mostrado na imagem:

Ative o ambiente virtual Odoo
Ative o ambiente virtual Odoo

Dentro do ambiente virtual, instale os módulos Python necessários para que a instalação do Odoo ocorra sem problemas.

$ pip3 install -r odoo13 / requirements.txt

Assim que a instalação dos módulos Python estiver concluída, saia do ambiente virtual e volte para o usuário sudo.

$ deactivate && exit

Embora opcional. A melhor prática dita a instalação de módulos personalizados em um diretório separado. Com isso em mente, iremos criar um diretório para módulos personalizados e, posteriormente, atribuir a propriedade do diretório ao usuário ‘ Odoo ‘.

$ sudo mkdir / opt / odoo / odoo13-custom-addons
$ sudo chown -R odoo: odoo / opt / odoo / odoo13-custom-addons

Da mesma forma, criaremos um diretório de log personalizado e um arquivo de log conforme mostrado.

$ sudo mkdir / var / log / odoo13
$ sudo touch /var/log/odoo13/odoo.log
$ sudo chown -R odoo: odoo / var / log / odoo13 /

Em seguida, crie um arquivo de configuração personalizado para Odoo, conforme mostrado.

$ sudo vim /etc/odoo.conf

Cole a seguinte configuração e salve o arquivo.

[opções]
; Esta é a senha que permite as operações do banco de dados:
admin_passwd = strong_password
db_host = False
db_port = False
db_user = odoo
db_password = False
xmlrpc_port = 8069
; longpolling_port = 8072
logfile = /var/log/odoo13/odoo.log
logrotate = True
addons_path = / opt / odoo / odoo13 / addons, / opt / odoo / odoo13-custom-addons

Certifique-se de substituir a senha_ferta pela senha de sua preferência.

Deixe o seu melhor comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.