50 milhões de usuário usavam IPTV pirata na Europa

2
27

Uma megaoperação que envolveu 11 países e que conseguiu prender suposto líder da rede, com suspeitas de lucros de aproximadamente 10 milhões de euros. O IPTV segue diretamente nas miras das autoridades, desta vez na Europa.

A grande megaoperação policial que desmontou 5.500 servidores em uma ação que movimentou 700 políciais em 11 países do continente, com um total estimado de 50 milhões de usuários que já foram identificados pelas autoridades.

VEJA TAMBÉM:

A ação foi coordenada pela agência de Cooperação de Justiça da União Europeia (Eurojust) visava atacar um dos principais fornecedores de IPTV pirata na região a pedido do governo italiano, que mirava atacar a propagação do “pezzotti” (plural de “Pezzotto”), um tipo de TV Box preparada para o streaming pirata.

Essa megaoperação coordenou as forças da Alemanha, da Bulgária, Eslovênia, França, da Grécia, Holanda, Lituânia, da Romênia e da Suécia. No dia “D”, esses países se movimentaram contra os prestadores desse tipo de serviço pirata, conseguiram confiscar os servidores utilizados para transmitir filmes, séries, canais de TV ao vivo e esportes.

Relato da TorrentFreak, a megaoperação chamada de “A tempestade Perfeita”, além de interromper as transmissões piratas, também derrubou 350 canais de Telegram e outras plataformas de gerenciamento utilizadas para controlar as redes.

E além dos equipamentos confiscados e da interrupção das atividades, a operação conseguiu alcançar o suspeito de liderar essa grande rede de TV BOX ilegal. Com a sua prisão decretada, foram apreendidos computadores, equipamentos de comunicação, ferramentas de processamentos, carros de luxo e 334 conta no PayPal, somando a grande contia de mais de 10 milhões de euros, lucro estimado da operação pirata.

Gostou deste conteúdo? Deixe o seu comentário.

Até a próxima!

2 COMENTÁRIOS

Deixe o seu melhor comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.